24 agosto 2016

Saudade do Passado?



As pessoas que me perguntam se sinto saudade do passado e isso é extremamente curioso.
É claro que tenho, saudade é um sentimento gostoso, nos faz lembrar dos momentos bons vividos ao lado de alguém, em algum lugar, de pessoas de objetos, lugares e conexões...

O importante é ser sincera e eu sempre sou! se tem algo que me rodeia é essa minha mania de ser sincera e as vezes até de mais. minha resposta?  Sim, sinto saudade, essa resposta, deixa as pessoas com mais curiosidade e mais perguntas, e porque mudou?
Detalhe:
Eu sempre respondo só a primeira pergunta, a segunda têm muitos detalhes e cabe só a mim todo o enredo da história, mais um desses motivos é que eu mudei, a verdade é que sou muito mais feliz agora, isso não quer dizer que vivi apenas momentos ruins no passado e que tenho que ter repudio dele.

Amo lembrar do meu passado de forma positiva, gosto de dividir histórias com quem faz parte do meu presente, de contar o que aconteceu, o que senti, o que aprendi, de rir de chorar, de relembrar os sorriso e abraços, as solidariedades.
Mais nem de longe voltaria ao passado, eu gosto mesmo é de quem sou hoje, gosto de quem me tornei com todas as lembranças dentro de mim, os choros engolidos e com meu sorrido de lado, vou seguir a vida com todas as memorias sem ter que apagar a minha história, sem querer voltar pra ela, mesmo fazendo parte dela, sou grata por tudo que vivi, pois foram essas mesmas vivencias que me fizeram ser quem sou hoje.
O mais difícil, mais que deve ser ressaltado é que quando deixamos o passado é porque desistimos ou porque percebemos que não vale a pena.
Quando desistimos é menos doloroso porque é uma decisão de si mesma e com toda vontade de fazer o mesmo, é descartar é não ter medo de perder é renunciar, ceder deixar, desistir é partir ...
Quando percebemos que não vale a pena é mais doloroso, jogamos as expectativas no lixo é brigar com a própria consciência, perceber que não vale a pena, é cair em si, se machucar .

Mais o mais importante é saber se levantar, aprender a dar valor ao sorriso sem esforço e nunca mais perdê-lo, não sou um exemplo perfeito de evolução, mais aprendi a lidar com as perguntas alheias e com as minhas dentro de mim, e se for pra desistir ou ver que não vale a pena, que possamos sair disso de cabeça erguida, não vejo mais como fraqueza, vejo como maturidade para filtrar o relevante do essencial. Perder tempo é que é ignorância .

E não perco meu tempo lembrando de coisas ruins se tenho saudade é porque escolhi lembrar apenas da parte boa da minha historia, ensinando meu coração a perdoar a parte ruim, e como diz a bíblia :
Minha alma certamente disto se lembra, e se abate dentro de mim. Só quero trazer a memória aquilo que me traz esperança.” (Lamentações 3:20-21)

Resiliência 

Nenhum comentário:

Postar um comentário